Pular para o conteúdo principal

8ª Mostra Ecofalante de Cinema e da II Mostra de Cinema Ecofalante-USP e a Agenda 2030.

Por Simone Colombo

 

Nos próximos dias, entre 29 de outubro e 12 de novembro, a Escola de Engenharia de Lorena (EEL) da USP participa da 8ª Mostra Ecofalante de Cinema e da II Mostra de Cinema Ecofalante-USP e a Agenda 2030.  

 

A Ecofalante é uma Organização Não Governamental que atua nas áreas de cultura, educação e sustentabilidade produzindo filmes, documentários e programas de televisão de caráter cultural, educativo e socioambiental.

 

Na EEL serão exibidos 3 filmes: O fio da Meada,  A Uberização do Trabalho no Brasil e a Era das Consequências. Posteriormente a exibição das obras, terá início um debate sobre os temas apresentados junto a docentes da Unidade. 

 

O primeiro filme a será exibido dia 29 de outubro e será “O Fio da Meada” (Brasil, 2019, 77 min), de Sílvio Tendler.   A obra acompanha a luta de povos tradicionais brasileiros contra a urbanização opressora, denunciando a violência no campo e nas comunidades tradicionais. No filme, caiçaras, quilombolas e indígenas lutam para sobreviver e para tentar impedir que suas reservas naturais sejam destruídas pelo processo de urbanização.

 

O segundo filme será exibido dia 05 de novembro: A Uberização do Trabalho (Brasil, 2019, 60’) de Carlos Juliano Barros, Caue Angeli & Maurício Monteiro Filho fala sobre como trabalho mediado por aplicativos e plataformas digitais cresce no mundo todo. Mas o avanço da chamada 'Gig Economy', fenômeno também conhecido no Brasil por 'uberização', vem despertando debates sobre a precarização e a intensificação do trabalho numa sociedade cada dia mais conectada.

 

Encerrando a mostra em Lorena, no dia 12 de novembro será exibido o documentário “A Era das Consequências, (EUA, 2017, 81') de Jared P. Scott. O curta trás ao público uma investigação sobre os impactos das mudanças climáticas em conflitos ao redor do mundo, pelas lentes da Segurança Nacional dos EUA. O filme revela como a escassez de água e alimentos, a seca, as condições climáticas extremas e a elevação do nível do mar funcionam como “catalisadores de conflitos”. Oficiais militares fazem análises para além das manchetes das crises de refugiados, da Primavera Árabe, dos conflitos na Síria e até mesmo do surgimento de grupos radicais como o Estado Islâmico, e revelam como os fenômenos decorrentes das mudanças climáticas interagem com as tensões sociais.

 

As obras serão exibidas no Auditório do Centro de Informática da Área I.

 

Todas as atividades são gratuitas, abertas ao público externo. 

Além da EEL mais unidades da USP participarão da Mostra que ocorrerá em todos os campi do interior (Bauru, Lorena, Piracicaba, Pirassununga, Ribeirão Preto e São Carlos) e, na cidade de São Paulo, nas salas “Paulo Emílio” e “Maria Antônia” do CINUSP,  na Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH); no Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG); no Instituto de Biociências (IB); no Instituto de Geociências (IGc); no Instituto de Relações Internacionais (IRI); na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) e na Faculdade de Saúde Pública (FSP).

 

A programação completa você encontra no site do evento: ecofalante.org.br


Clique na imagem para ver a programação.

 

Local do evento

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO

ESCOLA DE ENGENHARIA DE LORENA - Área I

Auditório do Centro de Informática

Estrada do Campinho, s/n - Bairro do Campinho 

Lorena-SP

Site do evento
De
até